Rizoma — Nova mostra da Oi Kabum!

23 de julho de 2014

Rizoma — A nova exposição da Oi Kabum!

Jovens reinventam seus territórios com arte e tecnologia

O que é rizoma? Na botânica, é um caule subterrâneo capaz de produzir múltiplos desdobramentos. Na arte urbana do Rio de Janeiro, o conceito pode inspirar novas formas de compreender nossos territórios — também subterrâneos e férteis.

Esta foi a imagem escolhida pelos jovens da Oi Kabum!Rio para representar o conjunto de suas produções, apresentadas ao público na exposição que fica em cartaz nos 1º e 2 de agosto no Oi Futuro de Ipanema, das 16h às 21h. São obras que se utilizam de formatos diversos — fotografia, vídeo, animação, design gráfico e arte digital interativa — para expressar percepções da juventude sobre a vida urbana.
Percepções como a de Thayná Souza, que cresceu em uma região dominada por um grupo de traficantes armados. Ao receber de presente do pai uma blusa vermelha ela não pôde usá-la na rua, pois a cor remetia ao grupo traficante rival e era “proibida” na comunidade. A restrição ficou ainda mais marcante depois que seu pai faleceu, vítima de sofrida e arrastada doença. Agora, no ensaio fotográfico Foco Vermelho, ela se liberta para restituir a cor proibida para as ruas da cidade. “Pintar tudo de vermelho nas fotos é como poder colocar a blusa que ele tinha me dado, mas agora sem medo”, diz Thayná, que assina o trabalho com o colega Gabriel Savary.

 

Território pode ser compreendido como um conceito geográfico mas também por meio de sensações subjetivas e da noção de identidade. Ao adotar um estilo de se vestir ou definir-se por um gosto musical, os jovens também estão mapeando seu território. Esta reflexão embasa obras como Meu estilo não é “moda” — uma campanha que interage com os visitantes ao fotografá-los e registrar suas opiniões sobre o tema; Inserção do diferente, com flagrantes públicos de olhares tortos para quem tem estilo pouco usual; o documentário em curta-metragem Aí, Depende, que retrata o cenário da música independente atual e questiona os diversos graus de “dependência” entre artista, público e gravadoras, em tempos de redes sociais; Floressência, um ensaio fotográfico dedicado à presença feminina no skate — um esporte ainda machista.O curta-metragem Desconstruindo Marias mistura realidade e ficção ao contar a história de uma jovem que foge da opressão familiar no interior de Minas para se deparar com a opressão do Estado nas remoções de moradores do morro da Conceição.

Diversos ambientes da exposição são preenchidos por projeções mapeadas, que interagem com o espaço e até no corpo dos presentes, exibindo obras de computação gráfica sobre temas de interesse jovem, como os benefícios do sexo para a saúde (Além do prazer), o poder transformador da dança (Dance), os guetos que se formam em torno de estilos musicais (Isso é música) e o consumo de drogas lícitas (Vícios).
Feirante, cabeleireiro, tatuadora e bordadeira são alguns dos profissionais autônomos que ganharam uma identidade visual própria graças ao trabalho dos alunos de Design Gráfico. Ronaldo do Nascimento, que vende “frutas, legumes e verduras selecionados” na feira da praça General Osório, passou a se destacar entre os demais feirantes ao distribuir para os fregueses cartões com layout exclusivo, criado pela jovem Anna Cristina Salles. Território também se conquista assim.
A exposição Rizoma reúne mais de 30 diferentes produções concebidas e realizadas pelos alunos — jovens de 16 a 21 anos, oriundos da rede pública de ensino e de famílias de baixa renda.

 

Exposição Rizoma — Oi Kabum! Rio
Quando: 1º e 2 de agosto, 16h às 21h
Onde: Oi Futuro de Ipanema — Rua Visconde de Pirajá 54, 2º andar

 

Projetos da mostra Rizoma

 

Marias
Gênero: Curta-metragem – ficção
Sinopse: Na fronteira entre realidade e ficção, a história de uma jovem que foge da opressão familiar no interior de Minas para se deparar com a opressão do Estado na remoção de moradores do morro da Conceição.
Equipe: Thamires Navarro, Hellen Carlos, Carolina Andrade, Fabricio Mangue, Eliazer Souza, Amanda Costa, Paloma Miguel, Erick Estella, Raphael Cruz

 

Aí Depende
Gênero: Curta-metragem – documentário
Sinopse: Retrata a chamada “música independente” e mostra as influências das novas tecnologias e as mudanças do cenário musical com a chegada da internet. Busca compreender o ponto de vista das gravadoras, produtores, consumidores, artistas “independentes”.
Equipe: Ana Beatriz Ferreira,  Daniel Vasconcelos, Eloá Souto,  Francisco de Souza, Fabrício Costa, Gabrielle de Souza, Isabela Carvalho, Jacson Felix, Thaina Farias e Vitor da Silva.

 

Território Mental
Gênero: Ensaio fotográfico e vídeo – Ficção
Sinopse: Imagens que buscam interpretar os conflitos, sentimentos e sensações vividas por um paciente com problema psiquiátrico, sob os efeitos de remédios antipsicóticos.
Equipe: Marc Paul

 

Vícios
Gênero: Animação
Sinopse: Exibido no mesmo espaço do projeto “Território Mental”, esta animação sintetiza diferentes vícios e seus efeitos (e/ou consequências), através de animações em loop, partindo sempre do mesmo objeto/forma.
Equipe: Arthur Dias, Erivan Jesus, Ian Ramos, Julio Mendes, Thiago Siqueira

 

Isso é música
Gênero: Animação e arte digital
Sinopse: O projeto propõe romper o isolamento entre diferentes gêneros musicais. Representados por formas e movimentos, os ritmos (funk, forró e samba) se misturam pela ação do público, por meio de uma bateria interativa.
Equipe: Henrique Vasconcelos, Felipe Moura, Marcelo Cabral, Luz Claudio, Ruth Rosa

 

Inserção do diferente
Gênero: Ensaio fotográfico
Sinopse: Flagrantes do estranhamento da sociedade em relação a pessoas com estilos diferenciados, e como elas se sentem diante dos padrões impostos.
Equipe: Jaqueline, Bianca, Bruno e Kalyne

 

Faz parte de mim?
Gênero: Ensaio fotográfico
Sinopse: Santa Cruz é um extenso e populoso bairro do Rio de Janeiro, que conta uma importante parte de nossa história. O projeto “Faz parte de mim” conta essa história através de fotografias de locais históricos do bairro Santa Cruz. Com o auxílio de um aplicativo, o público pode usar um tablet para explorar outros pontos “escondidos” desse território.
Equipe: Pablo Carpinter, Tais Fernandes, Silvia Martins

 

Onde Você Está?
Gênero: Áudio
Sinopse: Feche os olhos e se prepare para uma imersão em ambientes e situações inusitadas sem sair do lugar, utilizando apenas o fone e a imaginação.
Equipe: Erivan, Vinicius, Igor, Priscila Carvalho, Ana Beatriz, Ana Carolina, Isabela, Felipe França, Luan e Daniel

 

Retratos do Invisível
Gênero: Fotografia
Sinopse: Ensaio construído a partir do improviso, mostrando a intervenção do vento na criação de imagens diversas.
Equipe: Erick Estella, Paloma Miguel, Thamires Siqueira e Eliazer Souza

 

Projete
Gênero: Vídeo, animação e projeção mapeada
Sinopse: Um jogo de sobreposição de imagens e de interação com a figura humana, envolvendo o público. A animação retrata a transformação dos desejos da infância, adolescência e fase adulta.
Equipe: Amanda Julião, Nahiani Melo, Nelson Henrique, Priscila Martinho

 

Dance
Gênero: Animação e projeção mapeada
Sinopse: A dança como possível solução para alguns problemas comuns da sociedade, como insegurança, não aceitação de si, descrença em suas próprias capacidades. Formas abstratas, sons e movimentos.
Equipe: Priscila Carvalho, Diogo Guimarães, Taynara Mello, Igor Lima

 

Floressência
Gênero: Ensaio fotográfico
Sinopse: Retrata meninas que andam de skate, valorizando a identidade feminina e relacionando as personagens ao local onde elas moram.
Autora: Yasmin Nascimento

 

Ruminar antropofágico
Gênero: Foto e Performance
Sinopse: Inspirado na Semana de 22 e na Tropicália, este ato (performance e foto-performance) tem o objetivo de abrir uma reflexão sobre atual momento que vivemos no país, considerando os contextos políticos e sociais — desde as remoções em prol dos eventos sediados pela cidade às frequentes greves e protestos — sensibilizando para uma mudança consistente, que não seja só da boca pra fora.
Autor: Diógenes Magno

 

Deixa ser natural
Gênero: Campanha
Sinopse: A vida sexual se inicia desde nosso nascimento. Mais do que prazer, a sexualidade tem ligação com o ciclo da vida. Poucos questionam a importância do sexo, conseguindo romper a barreira que faz dele um tabu. Vamos deixar ser natural?
Autora: Stephanie Gonçalves (Tétiiz)

 

Pop’s
Gênero: Ensaio fotográfico
Sinopse: O projeto retrata o território juvenil. Sem se prender a um período específico, o projeto trabalha um diálogo entre diferentes estilos, hierarquias inventadas e vivências que a juventude presencia. Tem como inspiração alguns filmes e séries clássicas da TV, assim como ícones musicais.
Equipe: Bruno Granato, Jéssica Higino, Bianca Helena, Thanis Castro, Maria Eduarda Carvalho

 

Foco vermelho
Gênero: Ensaio fotográfico – Documental
Sinopse: O projeto Foco Vermelho parte da memória afetiva de Thayná Souza, vivida no morro da Casa Branca, na Tijuca. Na década de 90, o morro era liderado pelo Terceiro Comando e não era permitido que os moradores usassem roupas vermelhas porque elas eram associadas ao Comando Vermelho, facção rival. As fotografias trilham o caminho oposto, valorizando a cor vermelha.
Equipe: Gabriel Savary e Thayná Souza

 

Lembranças
Gênero: Ensaio fotográfico
Sinopse: A série revisita o território da infância, vivido no bairro de Santa Teresa, usando sobreposição de imagens de fotos antigas dos alunos da Oi Kabum!
Autora: Letycia Cavalcante

 

 

Concreto ao natural
Gênero:  Ensaio fotográfico
Sinopse: A natureza se encontra na cidade, onde nela pulsa um mundo novo ainda em estado de soluço e esperança, porém despercebido. Concreto ao Natural utiliza a sobreposição de imagens de prédios e folhas, propondo ao espectador levantar livres reflexões sobre a natureza ambiental e a criação humana.
Equipe: Dayane Brito, Gabrielle de Souza e Thaynara Rodrigues

 

Bem bom
Gênero: Animação em projeção mapeada
Sinopse: Os benefícios pouco conhecidos relacionados ao sexo, retratados em uma animação voltada ao abstrato, utilizando formas geométricas.
Equipe: Flávia, Jéssica, João Velho e Vinícius

 

Re-Folclore
Gênero: Animação em projeção mapeada
Sinopse: As lendas brasileiras Iara e Boitatá (água e fogo) são “recicladas”, saindo da lata de lixo do desconhecimento e ganhando novas formas, cores e movimentos.
Equipe: Lucas Gomes, Ione Alves, Felipe Fidelix e Marlon Nascimento

 

Aflorar
Gênero:  Ensaio fotográfico
Sinopse: Imagens subaquáticas retratam o momento de transição da mulher em flor.
Equipe: Hellen Barbosa, Jacson Felix e Nathalie


Próprio comum
Gênero:  Ensaio fotográfico
Sinopse: Deixando em aberto o conceito e as técnicas, a série de fotos experimentais interliga pessoas ao ambiente que as representam.
Autora: Nathalie

  

Curumim
Gênero: Campanha
Sinopse: A partir do estudo para a criação de uma tipografia baseada nos indígenas Guarani,  o projeto consiste em uma campanha voltada para alunos de escolas públicas, utilizando cartaz que incentive a curiosidade a respeito da cultura daquele povo.
Autor: Diógenes Magno

 

Estima-Ação
Gênero: Campanha
Sinopse: Adoção é um ato de amor e uma decisão que transforma a vida. A campanha tem como objetivo estimular a adoção de animais abandonados.
Autora: Luiana Araújo

 

Eu deixo pro mundo
Gênero: Campanha
Você já pensou na ideia de deixar algo para o mundo? A Campanha “Eu Deixo Pro Mundo” vai buscar o que as pessoas tem a dizer sobre isso.
Equipe: Ian Cairo, Mayara Barbosa, Maria Chantal.

 

IDENTIDADES VISUAIS e TIPOGRAFIAS


Ronaldo: Frutas, legumes e verduras selecionados
Criação da identidade visual do feirante Ronaldo do Nascimento. Ele vende frutas, legumes e verduras todas as terças em Ipanema.
Autora: Anna Cristina Sales

 

Salão do Neguinho
Identidade desenvolvida a partir da imagem de um homem com cabelo “Afro” para o Salão do Neguinho, salão de cabeleireiro e barbearia masculina idealizada por Sérgio Magalhães, cabeleireiro e proprietário.
Autor: Jefferson Queiroz


Gela Guela
Tropicalidade, energia e sabor são características do Gela Guela, uma lanchonete que tem como destaque o açaí, por esses motivos foram realizadas uma serie de testes em desenhos, buscando incorporar na forma todos os elementos que remetem ás características do lugar.
Autor: Diógenes Magno

 

Sandroka Hair
“Sandroka Hair” é a marca de uma especialista em cabelos afros (Sandra Adriano), foram inspirados na criação da marca o seu poder, garra e coragem. Cartão de visitas, avental, capa de tintura, assinatura de e-mail, ímã de geladeira, toalha de mão, flyer, nota fiscal, cartão fidelidade, camisa.
Autora: Mayara Pereira

  

Baladinhos
A identidade vai servir para ampliar a visualização da marca Baladinhos, que trabalha com confeitaria de bolos, doces e salgados. Artigos de festas em geral.
Autor: Milton Andrade Educado

 

MyCake
Identidade visual feita para uma designer de cupcakes.
Autor: Nicolas Noel

 

Black Blocs
Estudo tipográfico baseado nas táticas radicais de ações anti-capitalistas, sem hierarquia e descentralizadas que lutam por direitos. São formados por grupos de afinidades políticas que se agrupam em manifestações formando (como o nome diz) um grande Bloco Negro.
Autor: Milton Educado

 

Krakens de Itaipuaçu
Apresentação do material gráfico da identidade visual do time de futebol americano Krakens de Itaipuçu. Uma amostra de como a marca será aplicada dentro das superfícies de trabalho do time.
Autora: Ariel Silva

 

Banda O.P.S.
A banda alternativa adolescente O.P.S procura se diferenciar do tradicional, por isso na identidade visual foi utilizado um corvo representando a liberdade e inteligência e uma cartola lembrando o mistério e a mágica.
Autor: Cássio Silva de Melo

 

Ariel Tattoo Design
Identidade visual desenvolvida em conjunto com a tatuadora Ariel Botelho, buscando traduzir a essência da marca em elementos visuais. Cartão, papel timbrado, papel pra tattoo, avental, tela.
Autora: Maria Chantal

 

Tem no Rio
Mockup da empresa Tem no Rio. Produtos com a marca.
Autora: Débora Leal

 

 

Barreto Filho Engenharia
Mostra o desenvolvimento e o processo criativo e expõe o produto final da elaboração de uma identidade visual da marca apresentada.
Autora: Daniele Reis

 

Maria Chantal
Marca da estilista angolana Maria Chantal, inspirada no relacionamento íntimo com o cliente e no poder que cada um tem de construir sua própria identidade.
Autora: Stephanie Gonçalves

 

Valéria Brito
Marca da bordadeira Valéria Brito, com formas delicadas representado uma Tulipa, flor no qual ela admira e se identifica. Cartões de visita, manual de aplicação, embalagem, tag, etiqueta para envelope/ adesivo, assinatura de email, toalha de mão
Autora: Luiana Araújo

 

Filipe Trindade
A identidade visual foi criada a partir das memórias da infância do fotógrafo carioca Filipe Trindade. Suas boas lembranças convivendo com micos levaram à construção do elemento principal.
Autor: Raphael Augusto

 

Rita Côrtes – Produções
Apresenta a Identidade visual do cliente e seu processo.
Autor: Milton Andrade Educado

 

Vinícius Ladeira
O pavão foi o que originou identidade visual do designer Vinícius Ladeira por sua elegância, diversidade e colorido.
Autor: Luan Oliveira

 

Lorenzo Aldé
Para o desenvolvimento da marca e identidade visual de Lorenzo Aldé foram valorizados o equilíbrio, a harmonia e o acolhimento, características marcantes de Lorenzo, coordenador da Oi Kabum! Rio. Além da marca e identidade visual também foi criada uma tipografia a partir do movimento da marca.
Autor: Hanry Abreu

 

Erick Estella
A busca pelo exótico e pelo moderno foram os elementos que influenciaram na criação da marca de Erick Estella. Estudante de vídeo e fotografia une em suas produções senso de humor e sua ligação com o imaginário.
Autor: Ian Cairo

 

Studio Mirassol
Gênero: Webdesign
Site do estudante de fotografia Pablo Carpinter Gouvea, especializado no registro de eventos como festas infantis, 15 anos e casamentos.
Equipe: Amanda Julião, Arthur Dias, Jessica Danilo, Pablo Gouvea e Thainá Souza

×

Comments are closed.