Na Assembleia Geral de 2019, o CECIP reafirma a sua Missão

16 de agosto de 2019

Em um momento da história brasileira em que direitos constitucionais básicos estão sendo desrespeitados, trinta pessoas presentes à Assembleia do dia 8 de agosto sentiram o poder de fazer parte da resistência democrática para a sustentabilidade e pela vida. Muita emoção, troca entre gerações e reconhecimento da contribuição perene dos que já partiram foram marcas da reunião, que se iniciou com o despertar de palavras que representam nossos valores: Direitos, Terra, Paz, Justiça, Esperança. Seguiu-se uma homenagem a dois membros do CECIP que nos deixaram fisicamente, mas cujas vidas continuam a nos inspirar: Hugo Ligneul e Roberto Mendes. Os cinco projetos em curso – MOB-PI (Educação a Distancia), Balaio de LivrosNarrativas de PazOi Kabum!- Lab Laboratórios de Cultura Digital e Cidadania Global– foram apresentados em estandes montados pelas equipes, por onde circularam e com quem interagiram os membros da assembleia. Depois entrou em pauta  a sustentabilidade da instituição, que tem mais de três décadas de existência. Apresentaram-se dados com a evolução das receitas e despesas e os resultados de um diagnóstico, apontando pontos fortes do CECIP, como a promoção de engajamento e consciência social – e aqueles a serem aperfeiçoados, como a mobilização de recursos e constituição de um fundo de reservas. A partir daí, duas perguntas foram levantadas:  Como melhorar as estratégias de comunicação para alcançar um público mais amplo e Como acessar recursos internacionais. As respostas, construídas coletivamente pela Assembleia, serão sistematizadas e transformadas em um Plano de Ação do CECIP.

×

Comments are closed.