DIREITOS SÃO PRA VALER

25 de janeiro de 2012

Spot da campanha “Direitos são para valer” (2003), produzida em parceria com a Fundação Cultural Palmares, do Ministério da Cultura, com apoio da Fundação Ford.

O objetivo dos materiais é ajudar professores, alunos e seus familiares a reconhecer determinadas formas sutis de racismo e propor ações para superá-las.

A campanha inovou ao se comunicar com toda a população através de spots em TV e rádio, apresentados por Zezé Motta, e através da exibição do vídeo “Alguém falou de racismo?” na TV aberta e por assinatura, em programas de debates com personalidades convidadas e em outdoors e cartazes espalhados pelas cidades.

No ambiente escolar, professores receberam capacitação para utilizar os materiais em sala de aula. O manual “Pele escura, estrada dura, beleza pura” traz subsídios e sugestões que ajudam a orientar os trabalhos a serem feitos pelos alunos.

O vídeo “Alguém falou de racismo?” dirigido por Claudius Ceccon e Daniel Caetano em 2002, mistura situações ficcionais e entrevistas para debater o problema da discriminação racial nas escolas.

Alguém falou em racismo? – Parte I

Alguém falou em racismo? – Parte II

direitossaopravalercartaz

×

Comments are closed.