1.png

Educação para a Cidadania Global

1 de maio de 2014

A proposta de se fortalecer a Educação Global (*) em nosso país por meio de um Currículo Global para a Sustentabilidade iniciou-se com um projeto liderado por cinco ONGs de notória competência educacional, na Áustria (Südwind), Benin (Nego Com), Brasil (CECIP), Reino Unido (Leeds DEC) e República Tcheca (Arpok). Com apoio da União Européia, envolveu diretamente, entre 2010 e 2012, cerca de 200 professores de 40 escolas nesses países.

O Brasil foi representado por cinco escolas de Ensino Fundamental e Médio da Grande São Paulo, sendo três públicas e duas particulares, e por 25 educadores dessas escolas, reconhecidos pela excelência de seu trabalho pedagógico. Os educadores incorporaram às aulas, sem fugir à programação oficial, temas relativos ao desenvolvimento sustentável — como meio ambiente, comércio justo e consumo sustentável, pobreza e justiça social, direitos humanos, cultura de paz, democracia, migrações, relações interculturais e interdependência global.

O intercâmbio entre os educadores dos diferentes países — incluindo encontros presenciais no Reino Unido (outubro de 2010) e no Benin (março de 2011) — levou à formulação de propostas pedagógicas comuns, sempre relacionando realidades locais a questões de interesse mundial, rumo à ideia de um Currículo capaz de formar cidadãos globais, exercitando liderança solidária no enfrentamento dos desafios da realidade atual.


Manual do Currículo Global

Com 177 páginas, esta publicação oferece às escolas brasileiras 27 sugestões de sequências didáticas que podem ser aplicadas junto a turmas do Ensino Fundamental e Ensino Médio, envolvendo diversas disciplinas — como História, Geografia, Português, Matemática, Ciências, Artes e Educação Física.

A partir de 2013 o CECIP se dedica a disseminar a proposta de um Currículo com dimensão global nas escolas básicas brasileiras, divulgando o Manual do Currículo Global em secretarias da educação, escolas e em eventos no país e no exterior. Também colabora com o Centro de Educação para a Cidadania em Varsóvia, Polônia, participando do Projeto World Class Teacher – ou “Professor na Sala de Aula Global” para levar informações sobre temas globais brasileiros aos educadores europeus.

(*) Educação Global é a Educação para a Cidadania em um contexto planetário. Enfatiza o desenvolvimento do pensamento crítico, da empatia, da solidariedade, e busca tornar crianças e jovens capazes de perceber a interdependência entre todos os povos e culturas do planeta e a interconexão entre temas locais e globais, usando os seus conhecimentos para impulsionar ações transformadoras que promovam sustentabilidade local e global.

×

Comments are closed.